quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Projeto da Biblioteca: "Da leitura à escrita"

Notícia de Jornal – Escrever para informar
O professor Adriano apresentou-nos uma folha dobrada em forma de leque com as seguintes perguntas:

Quem?



O quê?



Quando?



Onde?



Como?



Depois, pediu que alguns meninos dessem as respostas áquelas perguntas sem poderem consultar o que os outros colegas tinham escrito. Foi muito engraçado.
Começámos então a escrever a nossa notícia não-real respeitando as regras que tínhamos aprendido.

Aqui ficam alguns exemplos das notícias que inventámos. Esperamos que gostem...
Notícia de Jornal – Escrever para informar

Crocodilo rouba 100 000€

Um crocodilo roubou 100 000€, na manhã de ontem, da Escola EB1/JI da Abelheira de Quarteira, utilizando um helicóptero.
Aproveitou-se da ausência de alunos e professores que tinham ido a uma visita de estudo ao Jardim Zoológico de Lisboa para roubar um cofre que se encontrava na Biblioteca da Escola com cem milhares de euros.
Depois de ter roubado um helicóptero no aeroporto de Faro, dirigiu-se aquela escola, aterrou o aparelho no terraço e, em bicos de patas, apoderou-se do cofre.
Toda a população de Quarteira ficou indignada com o sucedido. Muitos populares deslocaram-se ao local e demonstravam a sua revolta. “Aquele dinheiro tinha sido reunido pelas crianças para ajudar algumas instituições e para comprar o sistema de ar condicionado para a escola.” – afirmou Carolina Caetano, aluna da escola. 
A polícia entrou em contacto com o Jardim Zoológico para que enviasse uma equipa especializada em buscas a répteis. Estes elementos encontraram o crocodilo numa joalharia quando se preparava para comprar um anel de rubis para oferecer à sua noiva no Dia dos Namorados.

Texto coletivo - 4.º C

Notícia de Jornal – Escrever para informar

Elefante e leão assaltam banco

Na manhã do dia 19 de Junho, um leão e um elefante assaltaram o banco “Milionário”, no deserto do Saara, depois de terem subido a uma árvore.
O leão e o elefante estavam desesperados e falidos por terem investido todo o seu dinheiro na compra de um Jardim Zoológico e decidiram assaltar o banco mais rico à face da terra, na hora de maior movimentação. Os clientes reagiram de formas muito diferentes. Alguns fugiram, outros gritaram e houve quem desmaiasse.
        Um funcionário do banco chamou imediatamente as forças policiais. No entanto, os agentes quando chegaram já não viram sombra dos mamíferos assaltantes.
Iniciou-se uma perseguição pelo deserto aos ladrões que, depois de algumas horas, ficaram totalmente desidratados. A polícia caçou, finalmente, esta dupla criminosa que há muito tempo assustava a população daquela zona.
No dia seguinte, foram presentes a um juiz que os condenou a trabalhos forçados num jardim zoológico.


Texto coletivo – 4.º D

Notícia de Jornal – Escrever para informar

Cão vai a Plutão


Um cão com o nome de Rex iniciou uma viagem a Plutão, na manhã de ontem, quando se encontrava no Planetário de Quarteira depois de ter sofrido um acidente.
O Rex entrou numa nave espacial que estava exposta e, acidentalmente, tocou com uma pata num botão que acionou o motor do foguetão. A nave descolou e iniciou uma viagem a Plutão. Passadas quatro horas o Rex chegou à órbita de Plutão.
Os visitantes do Planetário, quando viram a nave descolar ficaram perplexas. “Só me apercebi quando ouvi o barulho da nave a descolar e reparei que estava lá dentro um cão. Fiquei muito preocupado.” – disse o guarda do Planetário.
Quando os astronautas se preparavam para resgatar o cão, Rex lembrou-se do botão em que tinha carregado e voltou pressioná-lo. A nave inverteu o sentido e, passadas algumas horas Rex chegava de novo a terra firme.
Rex, a partir daquele dia descobriu a sua vocação e tornou-se no melhor cão-astronauta de sempre.
Apesar do azar do cão, a aventura teve um final feliz e imprevisto. Quem espera lucrar com esta situação é planetário de Quarteira que pensa colocar uma estátua do Rex à entrada e aumentar o número de visitantes diários.

Texto coletivo – 3.º C

Sem comentários:

Publicar um comentário